Esporte

Publicado em 15/01/2018

0

Ituano é eliminado da Copa São Paulo

O Ituano perdeu de 4 a 1 para o Vitória de Salvador e está fora da Copa São Paulo. Com 8 minutos de jogo, o Vitória saiu na frente. O lateral Cedric, também da seleção brasileira, fez boa jogada pela direita e cruzou fechado para o atacante Eron. O zagueiro Gustavo se antecipou para cortar e teve a infelicidade de marcar contra. Foi o início de uma noite diferente para o Ituano na Copa São Paulo. Com um time melhor, o Vitória venceu com méritos por 4×1 e avançou para a próxima fase. “Sempre é difícil comentar a derrota. Mas aqui ninguém se omitiu na partida. Procuramos jogar contra um time muito qualificado. Corremos riscos e a tendência é que aconteça alguma coisa. Mas ninguém se escondeu” explicou o técnico Ricardo Severo. Para o volante Matheus, um dos destaques do Ituano na competição ficou uma lição. “Hoje estava tendo uma conversa com o capitão Thiago. A gente não perde. Aqui nós tivemos um aprendizado. Isso é aprendizado. Temos muito que caminhar ainda” afirmou Matheus que tem 18 anos e está no clube há dois anos. Para exemplificar a diferença dos dois times, além do lateral Cedric, o Vitória ainda tem o meia Luan da seleção brasileira e pretendido pelo Barcelona. Tanto que o técnico Carlos Amadeu da seleção sub 20 foi ao Novelli Júnior assistir à partida. “O time do Vitória é mais experiente. Ele tem uma bagagem a mais. Poucos atletas nossos tem essa experiência. O Thiago, eu mesmo e alguns com mais experiência tentamos passar isso para os mais jovens. Hoje venceu o time mais experiente” explicou Matheus que fez seu 35º jogo na base do Ituano.

O Ituano chegou a criar oportunidades como disse Ricardo Severo. Foram duas chances com Martinelli. Uma a bola raspou o poste esquerdo do goleiro Lucas. Felipe Egídio achou Canhota no meio da defesa que fez boa jogada e deixou Martinelli cara a cara com o goleiro. Ele driblou e tocou. No outro lance, o zagueiro Gustavo foi ao ataque no escanteio e quase empatou de cabeça. Mas o Vitória saia rápido da defesa e assim chegou ao segundo gol pela esquerda. Wellinson cruzou e Eron desviou para marcar aos 25 minutos. No início do segundo tempo, o Vitória chegou ao terceiro gol aos 11 novamente com Eron. O gol do Ituano saiu aos 32 minutos numa linda cobrança de falta de Matheus. “No momento que eu peguei a bola para bater a falta, estava com confiança e pensei. Vou bater no gol. E fui feliz” revelou Matheus. O Ituano seguiu buscando mais um gol. Teve chance com Gui Mendes e em outra cobrança de falta, agora com Cristian. O goleiro Lucas com um tapa colocou para escanteio. Faltando 4 minutos, após bate e rebate e duas defesas do Vinicius, Eron fechou o placar em 4×1 marcando o seu terceiro gol. Triste pela eliminação, mas de cabeça erguida, Matheus fez uma análise. “Tenho muito que aperfeiçoar ainda. Tanto técnico como tático. Nunca estou feliz comigo. Sempre quero melhorar. Vou trabalhar forte neste ano para melhorar” disse Matheus. Ricardo Severo lembrou da missão da base. “O principal objetivo da categoria de base é formar jogadores e colocar no profissional. Isso o Ituano tem feito bem. Essa é a melhor fórmula”. Mesmo assim este foi o quarto ano que o Ituano chegou a 2ª Fase da Copa São Paulo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo ↑